F

Últimas notícias

Triumph TR4 - MD-42-93 - Back on the road


O antes e depois, no ano em que o seu restauro foi distinguido
(fotografias DR)
O Triumph, com a matrícula MD-42-93, foi produzido em Inglaterra, em setembro de 1964. Foi preparado conforme as especificações técnicas solicitadas pelo seu primeiro proprietário que o encomendou através da conhecida empresa importadora local ‘The Madeira Supply Company Lda.’.

A memória associada ao Triumph TR4 resulta do seu imediato envolvimento nas provas desportivas realizadas na década de 60, na ilha da Madeira, pelas mãos do conhecido piloto madeirense Zeca Cunha. 
Iniciada em 1935, a competição automobilística mais antiga da Madeira, permitiu testar o Triumph ao longo do magnífico percurso citadino que vem cativando, ano após ano, a atenção de milhares e milhares de entusiasmados espectadores. 
A sua participação, em 1965, na 7.ª Volta à Ilha da Madeira, fez história, ao alcançar a primeira vitória, conseguida por um piloto natural da Madeira, naquela que viria a ser a prova automobilística europeia com maior longevidade. 

Seguiram-se muitas outras participações na Volta à Ilha da Madeira e noutras provas automobilísticas na Madeira, também nos Açores, na Ilha de São Miguel (2.º lugar em 1965) e em Portugal Continental, onde o automóvel permaneceu desde novembro de 1968 até ao ano de 2014, passando pelas mãos de 4 diferentes proprietários. 

Depois de 46 anos em território nacional, o Triumph voltou a ver a luz do sol e a encontrar um proprietário madeirense que o devolveu à Madeira dando início o seu restauro. Permitiu que esteja onde alcançou as suas maiores vitórias e onde deliciou milhares de entusiastas da modalidade. 

O estado descuidado em que se encontrava o veículo motivou uma intervenção profunda que decorreu ao longo de quase 5 anos. Os trabalhos de restauro envolveram intervenções ao nível da mecânica, da chapa e do interior, assim como da parte elétrica e da pintura, sendo devolvido ao carro a mesma cor preta com que saiu da fábrica, passados mais de 56 anos. 
Durante todo este exigente processo o atual proprietário privilegiou a utilização das componentes originais do veículo, preservando-as e recuperando-as, respeitando a importância histórica do mesmo e optando por uma reconstrução rigorosa e pormenorizada.

O Clube de Automóveis Clássicos da Madeira CACM/promotor da edição de 2019 da maior exposição de automóveis clássicos de Portugal, deu destaque ao Triumph TR4, considerando-o, pelo seu significado histórico, “Convidado de Honra", o que permitiu a sua exposição destacada à entrada do evento. 
O júri dos Concursos realizados, na edição de 2019 do ‘Madeira Classic Car Revival’, atribuiu-lhe o prémio de melhor restauro, o que veio reconhecer o percurso realizado na sua recuperação e relevar o trabalho realizado por todos os que se entusiasmaram no respetivo processo. 

Catálogo do atual proprietário em 16 páginas































Sem comentários