F

Últimas notícias

Museu do Caramulo vem fazer certificações técnicas no dia 29

O ‘Museu do Caramulo’ vai realizar na Madeira certificações técnicas a veículos clássicos na Madeira. Será no dia a 29 de agosto, e estão abertas a qualquer proprietário de um ou mais veículos clássicos.
As certificações serão realizadas na ‘C. Santos VP’, sendo que a direção do Museu estará presente, tendo em vista a celebração de protocolos com alguns clubes de automóveis clássicos da região. Foi criado um plano de segurança para que as certificações técnicas possam ser realizadas em segurança.
Assim, os interessados em certificar podem fazer a marcação através deste link ou através dos seguintes contactos:
e-mail: certificacoes@museudocaramulo.pt
telfone.: 232 861 270
telemóvel.: 910 931 915.

Segundo o Museu do Caramulo, o preço das verificações é o seguinte:

Clássicos – € 60,00

Futuros Clássicos – € 40,00

Amigos do Museu – desconto de € 5 sobre os valores de tabela.

O Museu do Caramulo, através da Fundação Abel e João de Lacerda, é uma entidade oficialmente reconhecida, pela Portaria 1101/94, para Certificar Viaturas de Interesse Histórico. É membro da FIVA e tem mais de seis décadas de experiência em veículos clássicos.
Uma nota do Museu do Caramulo refere que, de acordo com o Decreto-Lei 144/2017, todos os veículos com mais de 30 anos que estejam certificados pelo Museu do Caramulo, como sendo Veículos de Interesse Histórico, passam a estar isentos da Inspeção Periódica Obrigatória (IPO), durante o período de validade da Certificação. São considerados nesta categoria os veículos com pelo menos 30 anos de matrícula, de um modelo já não fabricado, objeto de conservação histórica, em estado original e sem características técnicas alteradas significativamente.

Mais acrescenta que, desde o início de 2020, os clássicos importados de um país da União Europeia com primeira matrícula anterior a 1981, passam a estar isentos de IUC. Com a atualização legislativa ocorrida em março do corrente ano, é possível a isenção de IUC para os veículos posteriores a 1981 se estiverem certificados como Veículo de Interesse Histórico e tenham, pelo menos, 30 anos de idade desde a data do seu fabrico.

Sem comentários