F

Últimas notícias

A Madeira defende, preserva e conserva os veículos clássicos de uma forma ímpar


O Secretário Regional do Turismo e Cultura, Eduardo Jesus, sublinha que 'Clássicos na Magnólia', organizado pela Secretaria Regional de Turismo e Cultura, “é a prova de que a Madeira defende, preserva e conserva os veículos clássicos de uma forma ímpar”.
O evento decorreu na Quinta Magnólia, no Funchal, nos dias 31 de julho e 1 de agosto, e conheceu este ano a sua 2.ª edição, novamente a curadoria do escultor Martim Velosa.
Quanto à presença entre os 30 automóveis clássicos e 14 Vespas, Eduardo Jesus referiu que possui uma coleção dedicada aos veículos que são propriedade da Região Autónoma da Madeira, que “têm cada um a sua história”, como um táxi, que foi oferecido pelo proprietário na altura em que João Carlos Abreu era Secretário Regional do Turismo.
De acordo com o governante, esta é uma forma de mostrar a coleção da Região, ou esta não fosse conhecida por ter “um conjunto bastante alargado de veículos clássicos”, mais de 2 mil, “em bom estado de conservação e em condições de participar em exposições desta natureza”.
A par desta coleção, existiu ainda uma outra referente aos sobreviventes das primeiras voltas à ilha, onde foi possível ver os carros que participaram na 1.ª edição em 1959, como o BMW Isetta e o MG TD, entre outros.
Na edição de 2021 de ‘Clássicos na Magnólia' foi ainda assinalado os 100 anos do ‘Amilcar’, o 60.º aniversário do ‘Jaguar E-Type’, o 50.º aniversário do ‘Fiat 127’, o 60.º aniversário do ‘Renault 4 L’ e igualmente o 75.º aniversário das motas Vespa.
O primeiro dia do evento aconteceu quando se assinalaram os dois anos da reabertura do Quinta Magnólia, depois de um trabalho desenvolvido pela PATRIRAM, que veio oferecer e devolver à população da Madeira excelentes condições para momentos aprazáveis.

Sem comentários