F

Últimos posts

1934, Ford Y, MN-47-60



O Ford Y, de 1934, foi comprado por Herberto Mendes no dia 13 de novembro de 2013.
A data da primeira e única matrícula foi 6 de novembro de 1934.
Encontrou o veículo em Mouriz, Paredes, no distrito do Porto. Estava num estado de conservação que carecia de muitos cuidados.
Mas havia uma ligação sentimental a este modelo, que vinha da sua infância. 
Na investigação feita, Herberto Mendes verifica que o automóvel foi fabricado em Inglaterra, na fábrica de Dagenham.
E, como era normal naquela época, o carro veio desmontado para Lisboa, em 27 de agosto de 1934, segundo informação retirada, diretamente, da fábrica, pelo “The Ford Y & C Model Register", clube em Inglaterra a que pertence o proprietário insular. 
Chegou à fabrica da Ford Lusitana, na capital, onde eram montados os carros. O trabalho ficou pronto em 6 de novembro de 1934.
Em 19 de novembro de 1934, a Ford Lusitana vendeu o carro ao seu primeiro proprietário, o médico Carlos Bento Ribeiro, morador em São Mamede de Riba Tua, em Alijó, Vila Real. 
Exerceu a sua atividade profissional na área da sua residência, mas foi, ao serviço do estado português, colocado em Timor por alguns anos, para depois regressar às suas origens. 
Dizem os familiares que o automóvel o terá acompanhado. 
A 13 de maio de 1950, é vendido a familiares próximos, com quem fica até ser adquirido por Herberto Mendes.
Chegado às mãos do atual dono, foi iniciado o processo de recuperação do carro, ficando concluído em 2022. 
Foram cerca de nove anos de trabalho, com uma recuperação feita a “partir do parafuso".
Para o efeito, contou com o apoio do clube acima mencionado, o que facilitou a obtenção de numerosas peças. Mesmo assim, ainda teve que encontrar peças muito específicas. 
A grande maioria, conseguiu em Inglaterra e outras em Espanha e na Holanda. 
Neste tempo, tudo aconteceu, desde o falecimento do mecânico, em quem depositava toda a confiança, até o desaparecimento de algumas peças.
Completado o restauro, Herberto Mendes agradece a todos os profissionais, desde mecânicos, bate-chapa, estofador e eletricista, pelo trabalho de excelência realizado.
Considera que o resultado deste esforço resultou num automóvel que honra a sua história, exatamente como o imaginava, com uma estética muito caraterística da época, que lhe satisfaz completamente.

O Ford Modelo Y foi um automóvel produzido pela Ford of Britain, Ford SAF (França) e Ford Alemanha, de 1932 a 1937. Foi o primeiro automóvel da Ford projetado, especificamente, para mercados externos, substituindo o Modelo A na Europa.
Esteve em produção em Inglaterra, onde é lembrado como o "Ford Eight", refletindo a sua classificação de potência para fins tributários, sendo produzido de 1932 até setembro de 1937.
O carro também foi construído em França, onde era conhecido como Ford 6 CV e onde a sua produção durou até 1934; e na Alemanha, onde era conhecido como Ford Köln e onde a sua produção foi de 1933 a 1936.
Pequenas unidades foram montadas na Austrália (onde também foi produzida uma versão coupé), Japão, Letónia e na Espanha, apelidado de Ford Forito. 
Os planos para montá-lo nos EUA foram desconsiderados depois da equipa de contabilidade apurar que os seus custos de produção seriam mais viáveis se continuasse com a produção do Ford Model B.
O carro contava com um motor Ford 'sidevalve' de 933 cc.
O Model Y estava disponível nas versões de duas ou quatro portas. 
Em junho de 1935, a sua versão de duas portas foi o carro mais vendido na Grã-Bretanha.
A suspensão foi feita pelas tradicionais molas de folhas transversais (suspensão independente) da Ford dianteira e traseira.
É um carro de tração traseira e conta com uma caixa de marcha de três velocidades. Desde o início, a sua velocidade máxima estava abaixo dos 60 mph (95 km/h) e consumo de combustível era de 32 milhas por galão imperial (11.32 km/h por litro).

Ficha Técnica

Ano: 1934
Marca: Ford
Modelo: Y
País: Inglaterra
Matrícula: MN-47-60
Motor: 933 cc
Caixa de velocidades: 3 e marcha-atrás
N.º de portas: 2
N.º de lugares: 3





Sem comentários